Estar em paz com a realidade

Nós nos esforçamos para melhorar nossas vidas, muitas vezes porque estamos insatisfeitos com a forma como as coisas são. Eu sei isso, porque eu vivi isso.

Se não gostamos de nossa aparência, tentamos melhorar-nos. Se não gostamos de nossas casas, trabalhamos para obter algo melhor. Além disso, queremos que todos a nossa volta melhorem também, então forçamos mudanças e ficamos frustrados quando não mudam.

Esta luta não termina nunca. Quando estamos insatisfeitos com a forma como as coisas são, incluindo nós mesmos, fazemos mudanças, mas e depois? Ainda estamos insatisfeitos, porque a raiz do problema não é as coisas à nossa volta (ou nossa aparência, etc), mas são as nossas expectativas. Esperamos que as coisas sejam diferentes.

Isso significa que estamos sempre insatisfeitos de alguma forma. Quando as coisas não satisfazem as nossas expectativas, tentamos corrigir esse problema mudando o mundo que nos cerca, tentamos levar os outros a mudar, tentamos mudar a nós mesmos. Nossa compulsão de gastar, de consumir, a comprar mais coisas e consumir ainda mais é enraizada nisto também. E assim o minimalismo é uma tentativa de corrigir a compulsão, mas que realmente pode ser feito somente quando dirigimos a raiz do problema: as nossas expectativas.

Sente-se por um minuto (1 minuto) e olhe para tudo ao seu redor. Você está feliz com tudo, ou você gostaria que as coisas mudem? Pense no que você faz a cada dia, e perguntar se você está feliz com sua vida diária, ou se você gostaria mudança. Pense nas pessoas em sua vida, e pergunte se você está feliz com eles, ou se você gostaria de mudar. Pense em si mesmo, e veja se há coisas que você está insatisfeito, se você gostaria de mudar a si mesmo.

Agora, para cada coisa que você acha que precisa mudar, tente sentar-se por mais um minuto e veja se você pode simplesmente aceitar cada uma, como elas estão agora. Veja se você pode aceitar cada pessoa em sua vida por quem elas são, exatamente como elas são. Veja se você pode aceitar o seu corpo como ele é, sem a necessidade de mudança. É preciso prática. Por isso, se você não for bem na primeira vez (e eu ainda não sou nenhum mestre nisso), pratique. Tenha certeza que é um processo esclarecedor.

Isso não significa que nunca vamos mudar nada. Podemos desenvolver hábitos saudáveis e cuidar de nosso corpo de maneira saudável ao longo do tempo, mas podemos fazer isso ao mesmo tempo que somos felizes com quem já somos. A mudança é inevitável, mas isso não necessariamente requer que não aceitamos as coisas como elas são, que não podemos ser felizes com as coisas como elas já são.

Uma vez que nos tornamos felizes com a realidade, pessoas e nós mesmos, exatamente como elas são,  podemos ser completos sem a necessidade de gastar dinheiro para encher um buraco em nossas vidas. Logo, o minimalismo se torna uma possibilidade, porque uma vez que estamos bem com as coisas como elas são, podemos simplesmente descartar o desnecessário, e se contentar com pouco.

Anúncios